Publicado em 01/04/2019

Visita de trabalho do Embaixador do Luxemburgo a Ziguinchor

Nicole Bintner- Bakshian, Embaixadora do Luxemburgo no Senegal, fez a sua primeira visita de trabalho à região de Ziguinchor em 27 e 28 de Março de 2019.
Durante a sua estadia, realizou várias sessões de trabalho com as autoridades administrativas e visitou projectos de desenvolvimento apoiados pelo Grão-Ducado do Luxemburgo

O Luxemburgo está entre os países que respeitam o compromisso de dedicar pelo menos 0,7% do seu Rendimento Nacional Bruto (RNB) à cooperação para o desenvolvimento. Nos últimos anos, o país
ultrapassou esta meta ao afectar 1% do seu RNB a esta causa, concentrando-se simultaneamente em sete países a nível mundial, incluindo cinco na África Ocidental.

Durante mais de 20 anos, o Luxemburgo e o Senegal estabeleceram uma cooperação privilegiada para o desenvolvimento. O Programa Indicativo de Cooperação Senegal-Luxemburgo (ICP) IV, que está actualmente a ser implementado
, tem um orçamento de 65 milhões de euros e centra-se em duas áreas prioritárias: saúde e protecção social, formação profissional e técnica, e empregabilidade dos jovens.

O Luxemburgo presta também particular atenção às iniciativas da sociedade civil e apoia neste quadro vários projectos e programas implementados pela ENDA Santé no Senegal e
em 8 outros países da África Ocidental no domínio da saúde, ambiente, capacitação económica e social das populações vulneráveis, inovação na saúde e
investigação aplicada.

Na quarta-feira 28 de Março de 2019, a Embaixadora e a sua delegação visitaram vários projectos implementados pela ENDA Santé, incluindo:

- O projecto FEVE (Frontiers and Vulnerabilities to HIV in West Africa), centrado na prevenção, cuidados e cooperação entre países na luta contra a SIDA entre as populações mais vulneráveis nas zonas fronteiriças
.

- O projecto CARES (Casamance Research program on HIV Resistance and sexual Health), que está envolvido na formação de pessoal de saúde, equipando infra-estruturas de saúde
e prestando cuidados de gestão e monitorização da hepatite, cancro cervical e resistência ao tratamento do VIH em Ziguinchor e Guiné
Bissau.


- O projecto VIMOS (Violência Sexual e Mutilação Genital no Senegal), fases 1 e 2, centrou-se na promoção de um ambiente favorável para melhorar a saúde e o bem-estar dos jovens vítimas de violência, particularmente violência sexual, em Casamança (Senegal) e países vizinhos (Gâmbia, Guiné Bissau).

Este projecto permitirá a construção de um centro regional de acolhimento e formação sobre violência, particularmente sobre violência sexual.

Partilhar