Publicado em 29/01/2020

Parceria para uma Alimentação Sustentável para a Saúde e Nutrição

A Universidade de Exeter em Inglaterra, em parceria com a ENDA Santé e a Université Gaston Berger de Saint-Louis, realizou a 29 e 30 de Janeiro de 2020, um workshop sobre alimentação sustentável para a saúde e nutrição no Senegal.

De facto, os países subdesenvolvidos e em desenvolvimento enfrentam um duplo fenómeno de desnutrição. Estes países têm problemas de subnutrição, incluindo deficiências de vitaminas e minerais; e muitas doenças crónicas relacionadas com a dieta, incluindo doenças cardiovasculares, diabetes e hipertensão.  

As causas deste duplo fardo são múltiplas: insegurança alimentar e nutricional, urbanização, crescimento populacional, alterações climáticas, transformação rápida dos sistemas de produção alimentar, bem como a perda de conhecimentos e práticas alimentares tradicionais, alterações profundas nos padrões de consumo devido a mudanças nas preferências dos consumidores, mas também a existência de uma dieta simplificada, pouco diversificada e pobre em micronutrientes   

Todas estas questões fazem parte do conceito de transição nutricional e das soluções propostas, tais como a "dieta global" desenvolvida pela Comissão EAT-Lancet em 2019, frequentemente originárias do Norte e por vezes mal adaptadas às realidades e aspirações africanas.

"Os alimentos sustentáveis devem ser contextuais, culturalmente aceitáveis, economicamente acessíveis e ecologicamente sustentáveis", segundo o Professor Ismael Thiam, professor-investigador da Universidade Gaston Berger de Saint-Louis.

Assim, a parceria irá definir como criar intervenções, estratégias de comunicação e compromissos comunitários, num processo de Co-construção bem ancorado nas prioridades, valores e práticas alimentares das comunidades mais vulneráveis do Senegal. Os objectivos do seminário eram  

  • Para facilitar o intercâmbio de ideias entre investigadores, actores de ONG e profissionais de saúde 
  • Identificar alavancas de mudança para contribuir para a transformação da política alimentar no Senegal 
  • Planear futuras colaborações trans-sectoriais e multidisciplinares 

O encontro reuniu especialistas em nutrição da ENDA Santé, investigadores das universidades públicas do Senegal, actores comunitários e trabalhadores da saúde.  

A parceria pretende expandir-se envolvendo a sociedade civil, os parlamentares, os meios de comunicação social, a comunidade de investigação e formação, para criar uma plataforma aberta para o intercâmbio entre os principais actores.

Partilhar